AVISO SOBRE O CONTEÚDO DO BLOG

Todo o conteúdo aqui postado no blog deve ser estudado para que exista uma possível conclusão do leitor, por isso não deve ser levado como de todo verídico.
Com estudo e discernimento dos assuntos postados é que se chega a uma possível conclusão.
Minha missão com este blog é de levantar o véu e dispor de assuntos interessantes e questionáveis.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

NOVE DE ESPADAS




O SONHO

Dentro da noite, uma figura adormecida num horrível mundo de pesadelos que existe no limiar do sono. Nele circulam livremente muitos demônios, mágoas reprimidas e medos infantis. Pior que a visão deste caos é a sensação de estar presa nas suas garras. As formas ficam alteradas por sombras indefinidas e circulam em outras formas ainda mais temíveis. É um lugar solitário e afastado de todo tipo de ajuda e consolo. A figura adormecida é atormentada por sombras de dor, sofrimento e depressão, até se transformar em vítima dos seus próprios pensamentos e, qual um mártir, vai se empalando repetidamente nos pontos mais doloridos. Está de olhos fechados porque não consegue enfrentar aqueles medos acordada. No entanto, o único meio de fugir daqueles pesadelos é abrir os olhos e despertar para o que a está incomodando. Precisa confrontar seja o que for em plena luz do dia, independentemente de se tratar de reputações perdidas, descobertas de falsos amigos, ou pior, ver que os sentimentos mais desagradáveis estão à solta. Uma alternativa é atormentar-se.

O DESPERTAR

No escuro, os demônios pessoais parecem maiores do que nunca. Para se libertar, você precisa encontrar esses monstros, identificá-los e enfrentá-los. Às vezes, para escapar dessas coisas basta admitir que existem. Se você não confrontar as projeções dos medos e terrores, elas podem atormentar você, como acontece num pesadelo horrível. Se não verificar a existência dessas coisas, elas podem até chegar a deixá-lo doente.

O ENCANTAMENTO

Talvez seja possível encontrar uma solução nos seus sonhos. Quando estiver pronto para dormir, componha numa linha um pedido ou pergunta que exprima especificamente o seu problema. Escreva-a e mantenha o papel e a caneta perto da cama. Feche os olhos e repita várias vezes a pergunta, como se fosse uma canção de ninar. Quando acordar na manhã do dia seguinte, procure lembrar-se de tudo que puder a respeito do que sonhou, e anote tudo sem críticas. Se, mais tarde, conseguir ler com a mente aberta as coisas que escreveu, encontrará a resposta ali.


texto extraído do livro Tarô Encantado

Um comentário:

  1. Seja sempre bem-vinda! Feliz Carnaval! Sambando ou descansando! Abração cheio de confete e serpentina! Bjão no coração!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/
    http://www.dihitt.com.br/elaineaverbuch
    http://twitter.com/@elaineaverbuch

    ResponderExcluir

Grata pela visita, deixe o seu comentário, todas as opiniões construtivas são válidas.